18/01/2012

Os gastos na Saúde face ao envelhecimento da população Portuguesa, num País com recursos limitados!


Para que se possa falar em racionalizar os gastos na saúde, num país que está a envelhecer todas as décadas uns anos mais, a única intervenção de primeira linha e inteligente é a de apostar estratégicamente nos cuidados de saúde primários e na literacia em cuidados de saúde dos cidadãos.
Ao apostar na prevenção na saúde teremos cidadãos que vão saber envelhecer mais saudáveis e com maior qualidade de vida, consequentemente traduzindo muito menores custos em cuidados de saúde e internamentos.

A prática de exercicio fisico e a difusão de uma cultura que incentive esta prática continuada a partir da juventude, em simultâneo com uma educação sobre uma alimentação saudável ao longo da vida também, são fundamentais para que se obtenha uma vida mais saudável e um envelhecimento com maior qualidade de vida e menores problemas de saúde.

Esta é sem dúvida a solução mais sensata e a estratégia para uma politica de saúde, que um país pobre e com recursos bem limitados, deverá tomar.

Francisco Goncalves in 11Jan2012
( francis.goncalves@gmail.com )

O futuro dos cuidados médicos é também colaborativo, onde doente e paciente se envolvem na melhor solução para o caso -
Considero tal importante até porque se insere numa filosofia de tornar os cidadãos mais conhecedores acerca dos problemas de saúde que eventualmente os afecte, e dando grande passos no sentido da saúde preventiva, em vez da actual forma de cuidados curativos ou de "fixes" de problemas mais graves.
"...(...)..."Roni Caryn Rabin diz que os pacientes têm o direito legal de seus registros médicos, embora o acesso pode ser difícil. Mas o que aconteceria se os pacientes foram encorajados a não apenas para ver seus registros médicos, mas para levá-los para casa, estudá-los e realmente própria eles?
A colaboração de pesquisa chamado OpenNotes estabelecidos para responder a esta questão, publicando os primeiros resultados de um estudo sobre o médico eo paciente atitudes compartilhadas registros médicos e demonstrando que para os pacientes, pelo menos, registros médicos compartilhada parece ser uma idéia cujo tempo vir .
'Esse é o grande desafio na medicina: conseguir que os pacientes sejam mais ativos em seus próprios cuidados ", diz Dr. Tom Delbanco, um investigador principal do estudo" O que estamos fazendo é abrir a caixa preta e deixá-lo olhar. para dentro.
"O Dr. Delbanco e seus colegas recrutaram mais de 100 médicos de cuidados primários que já estavam usando registos de saúde electrónicos como voluntários para compartilhar suas anotações médicas com pacientes doentes estavam entusiasmados:. 90 por cento achavam que seria mais no controle de seus cuidados, se eles viram o notas . Eles não estavam preocupados em serem confundidos, ea maioria disse ver o registro seria ajudá-los a cuidar melhor de si ajudando-os a melhor lembre-se seu plano de tratamento, entendê-la e tomar a medicação.
O objetivo é engajar os pacientes mais plenamente em seus proprios problemas de saúde. "Conhecimento é poder", diz Jan Walker, autor sênior do estudo. " Um paciente vai ao médico só de vez em quando , mas entre visitas, você está fazendo todos os tipos de decisões que afetam sua saúde a cada dia '.(...).


13/01/2012

Os destaques da Década e a enorme produção em ciência!

A primeira década do século 21 mudou completamente a forma de fazer ciência. Muito do que parecia ser impossível aconteceu, como o mapeamento completo do DNA de criaturas extintas há milhares de anos e a descoberta de centenas de planetas fora do Sistema Solar.
A "Science", uma das mais importantes revistas da área, escolheu os destaques do período. Biotecnologia e genética dominam a lista.

DESTAQUES DA DÉCADA:

A parte oculta do genoma
O que se imaginava a respeito do DNA humano estava errado. Além de menos genes (são 21 mil, contra os 100 mil idealizados antes), boa parte do que se achava "lixo" desempenha funções importantes;
Células-tronco
Células com capacidade de reescrever seu próprio destino, as células-tronco foram uma das mais promissoras fronteiras para o tratamento de doenças. E, nesta década, os cientistas aprenderam melhor do que nunca como manejá-las e controlá-las;
Microbioma
Nos anos 2000, os humanos finalmente deram uma trégua às bactérias e aceitaram que muitos desses micro-organismos desenvolvem funções importantes no funcionamento e até na proteção do corpo humano;
DNA pré-histórico
Novas técnicas de análise permitiram avaliar o DNA de animais e plantas extintos dezenas de milhares ou milhões de anos atrás, com bastante precisão. Desse modo, descobriu-se a cor das penas de alguns dinossauros e até detalhes sobre cabelo e pele dos neandertais;
Água em Marte
Missões espaciais encontraram evidências muito fortes de que houve água líquida no planeta vermelho bilhões de anos atrás. Mais recentemente, pesquisadores comprovarama existência de gelo enterrado no solo e até em grandes blocos;
L. Calcada/AFP
Exoplaneta GJ 1214b orbita anã vermelha (estrela menor que o Sol) e completa uma volta a cada dia e meio terrestre
Exoplanetas
A quantidade de planetas conhecidos fora do Sistema Solar disparou: passou de 26, em 2000, para os atuais 505. E os registros não param de acontecer, devido a vários avanços tecnológicos na astronomia;
Estudos do aquecimento global
A década foi marcada pelo reconhecimento dos problemas climáticos e dos estudos sobre eles, que ganharam financiamento e repercussão mundiais;
Inflamação
Os processos inflamatórios se mostraram muito mais complexos do que se imaginava. Descobriu-se que câncer, diabetes e até Alzheimer são relacionados a respostas inflamatórias que podem, em muitos casos, levar à morte ou a sequelas graves;
Mais precisão na cosmologia
Vários experimentos mostraram melhor do que nunca o que está acontecendo no Universo. Algumas técnicas levarama resultados surpreendentes, como a comprovação de que o Cosmos é plano;
Metamateriais
Cientistas criaram uma junção de materiais que age com propriedades que não são normalmente encontradas na natureza. Eles trabalham direcionando a luz e outras ondas eletromagnéticas, conseguindo efeitos considerados impossíveis de forma natural.

DESTAQUES DO ANO:
O vencedor
A pesquisa do ano, diz a "Science", foi a criação de uma pequena haste de metal, visível a olho nu, que se comporta segundo as regras malucas da física quântica, antes só aplicáveis a objetos de tamanho submicroscópico, como átomos;
Os nove 'vices'
- Genoma dos neandertais mostra cruzamento com humanos modernos;
- Máquinas que decodificam DNA ficam cada vez mais velozes;
- Nova técnica facilita transformação de células adultas em células embrionárias;
Jeff Miller/AP/UW-Madison University Communications
Entre os eleitos de 2010 pela "Science", está técnia mais rápida de identificar genes ligados a doenças
- Pesquisadores acham maneira mais rápida de identificar genes ligados a doenças;
- Americanos conseguem criar bactéria com DNA sintético;
- Comportamento de cristais é simulado com precisão em computador;
- Cientistas acham modo de "deletar" genes de ratos, facilitando o estudo de doenças;
- Gel vaginal e remédio preventivo conseguem diminuir infecção por HIV;
- Supercomputadores simulam dinâmica molecular de proteínas.

Extraído de Folha de Ciência online - Revista "Science" elege as maiores descobertas científicas da década.
Link :
http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/847201-revista-science-elege-as-maiores-descobertas-cientificas-da-decada-e-do-ano.shtml

Face ao caos que o sistema financeiro e os sistemas políticos insistem em varrer as sociedades eu diria que:
A humanidade está numa corrida contra o tempo.
De um lado os cientistas e investigadores de todo o mundo, que todos os dias trabalham intensamente e se esforçam por tornar o mundo um lugar melhor e onde a felicidade seja possível sempre.
Do outro lado temos os politicos que ao contrário se esforçam por o tornar num lugar inabitável e por entre as trevas ......

Francisco Gonçalves in Jan2012

A situação das TI em Portugal - Porque evoluir e inovar é urgente !

Hoje, ninguém já duvida de que os Sistemas de Informação são cruciais para a evolução de toda uma sociedade e das suas empresas, em termos de inovação e apetrechamento tecnológico adequado, e sem este "motor" nada progredirá, mas
.............................................................................................................................................................................
.......................................................................................................................................................................................
........ Falta sobretudo mudar dois importantes marcos e que constituem autênticos "velhos do restelo", e o maior obstáculo a uma verdadeira modernização e prática consistente de inovação nas empresas e no país em geral.

a) Mudar radicalmente de paradigma nos directores de TI das empresas, que salvo em alguns casos, continuam a gerir o seu departamento como se estivessem na informática dos anos 60;

b) e mudar a mentalidade dos nossos empresários, que insistem em "fazer as coisas como nos tempos dos romanos".

Francisco Goncalves in 26 Sept 2011
francis.goncalves@gmail.com

A produtividade e o crescimento da produtividade devem ser a primeira consideração económica em todos os momentos, não o último. Essa é a única fonte da inovação tecnológica, de mais emprego e maior riqueza."
[William E. Simon]

...(..).

"Uma variedade de estudos nacionais e internacionais indicam que a implantação de uma ampla base de tecnologias de sistemas de informação pode ter um impacto substancial na produtividade económica de nosso país e crescimento, bem como o sucesso educativo e social dos nossos cidadãos." [Tim Holden].


Ultima actualização : Portugal cai 4 posições no ranking mundial de desenvolvimento das TIC

Nota: A situação noutros países, embora não comparável com o estado "comatoso" dos CIO Portugueses, é também aflitiva, e que pode consultar neste link:
( Inferno das TI existe mesmo? - http://computerworld.uol.com.br/gestao/2011/10/04/inferno-da-ti-ele-existe-conheca-as-caracteristicas/O inferno da tecnologia não está enterrado nas profundezas da terra e sim no fim do corredor. Veja o motivo.

DAN TYNAN, DA CIO/EUA


05/01/2012

Os cidadãos demitem-se e os politicos servem-se a seu bel-prazer

Os Cidadãos deste País têm que passar a participar activamente na vida pública e isso implica muito mais do que limitar-se a ir votar de quatro em quatro anos ou a participar passivamente em comicios e festas de rua promovidas pelos partidos politicos.
Temos um povo que se demite de exigir os seus direitos, e depois admira-se de ser deploravelmente governado, e mesmo explorado até à medula da forma mais vil e pérfida, por uma classe de poder abominável, que o tomou de assalto em nome do povo.

Sim, porque a legitimidade destes governos, com os niveis de abstenção que se tem verificado nos ultimos anos, é bem frágil, muito embora contraste com a força que eles empregam contra os cidadãos, em prepotência, manipulação dos meios de comunicação social e na forma como continuam a privatizar os lucros públicos e a nacionalizar os prejuizos de uma economia corrupta, monopolista e cartelizada, por amigos também bem instalaos em lugares chave do poder.

Não são portanto, em minha opinião, estes governantes eleitos de pleno direito pelo povo, mas sim usurpadores do poderes que o povo não lhes concedeu de todo.
Certamente o povo não lhes concedeu o direito nem a autorização para terem endividado o país até ao limite actual, o que nos torna totalmente incrediveis e inviáveis perante os nossos credores internacionais.
Mas notem que a culpa de toda esta situação que vivemos, É TODA SÓ E UNICAMENTE DE TODOS NÓS CIDADÂOS DESTE PAÍS.

Não acreditam? Então queiram dar atenção por favor ao que nos diz a constituição portuguesa, sobre estes pontos concretos:
"Artigo 108.º
Titularidade e exercício do poder
O poder político pertence ao povo e é exercido nos termos da Constituição.
Artigo 48.º
Participação na vida pública
1. Todos os cidadãos têm o direito de tomar parte na vida política e na direcção dos assuntos públicos do país, directamente ou por intermédio de representantes livremente eleitos.
2. Todos os cidadãos têm o direito de ser esclarecidos objectivamente sobre actos do Estado e demais entidades públicas e de ser informados pelo Governo e outras autoridades acerca da gestão dos assuntos públicos.".

Portanto, perante a demissão dos cidadãos face aos instrumentos que a constituição lhe confere, para fiscalizar os actos de governação deste país e as contas públicas, os nossos politicos, tendo a grande maioria vindo a aprimorar as suas técnica de roubo da "coisa pública", sem qualquer pudor, e tendo sido dispensados de qualquer moral ou ética, têm por conseguinte aproveitado para lançar uma operação vasta de pilhagem sobre os recursos do país e dos próprios cidadãos.
A culminar com isto tudo, existem no estado orgãos de soberania que não estão sequer subordinados a nenhum outro orgão de fiscalização previsto na constituição, situação que só por si gera a mais pérfida confusão, por entre a qual se evadem os criminosos de colarinho branco e todos aqueles que de alguma forma lesam o estado e os cidadãos (e que têm sido muitos como todos sabemos).

Perante isto só há uma hipótese para parar esta pilhagem e destruição do país, que é os cidadãos unirem-se fortemente e começarem a exigir a fiscalização de toda a legislação que venha a ser produzida pela AR, das contas públicas e sobre os níveis de endividamento que nos têm vindo a impor criminosamente.
E isto só está nas mãos dos portugueses, só estes poderão por um ponto final e alguma ordem na desordem e caos actual de governação do país.

O meu apelo vai pois para os cidadãos responsáveis deste país, para que se unam e comecem a trabalhar no sentido de criar um comité, ou núcleo, preparado para lidar e fazer "interface" com os orgãos de poder, na mais abosluta operação continua de fiscalização das contas públicas e de todas as medidas que o governo e a AR venham a determinar.

Por Portugal sempre !

Francisco Gonçalves @ 30 Oct 2011
francis.goncalves@gmail.com

Translate