Mensagens

A mostrar mensagens de 2015

o mundo é composto de mudança !

Ser revolucionário é quase sempre "ter razão antes de tempo e fora do seu tempo" !
Uma ideia nova  aparece sempre como uma ameaça ao "status quo" e sistema de poder implantado e prontamente rechaçada, muito embora hoje vivamos tempos em que a ciência e as suas fantásticas descobertas, embora muitas vezes ignoradas, pelo menos não são logo condenadas.
A trevas dissiparam-se um pouco mais nesta nossa era, mas ainda não o suficiente para que as novas ideias tenham o caminho facilitado,  muito pelo contrário.
FGonçaves
"in" 14Dec2012.

Salvem os bancos e afoguem as pessoas!

Imagem
Esta ideia peregrina de manter um povo na escravidão com salários de miséria, ao mesmo tempo que se salvam bancos (ao mesmo tempo que se evaporam muitas dezenas de milhares de milhões de euros) e se fazem negócios sempre à custa de perdas do estado, sem qualquer transparência, faz-nos temer o pior.

Um país cuja economia é baseada no domino de uma mão cheia de crápulas e párias, que assentaram arraias neste pobre país, e o vão destruindo com dívida pública contraída para satisfazer a camarilha que se instalou no poder, não poderá ter qualquer futuro.

Sem uma mudança radical desta forma abjecta de exercer o poder em Portugal, substituindo-a por uma governação do país, como total transparência das contas públicas e da forma como se exerce a justiça em Portugal, nunca sairemos deste lodaçal em que nós cidadãos nos deixámos estagnar.

Enquanto este sistema de párias dominar o país, controlando simultâneamente os media e evangelizando o povo a seu bel-prazer, Portugal nunca terá futuro nem r…

Quem cria empregos e dinamiza a economia dos países !

Imagem
É bom lembrar que não são os "patrões" de lixo incrustado deste país que criam empregos.
Quem cria oportunidades de negócios e logo mais empregos.. são os CONSUMIDORES!
Portanto esta ideia de economistas medievos, de que é preciso tratar as associações patronais nas "palminhas" e ainda por cima dar-lhes incentivos (que são dinheiro deste pobre povo), para eles desbaratarem sempre, sem qualquer consequência, terá que parar para bem deste país.
O salário minimo em Portugal é uma ignominia e em minha modesta opinião deveria ser fixado em valores decentes, como 600,00 Euros.
Haveria certamente "patrões" (e muitos) a clamar que não poderiam pagar este nível de salário. E a solução para estes seria simples. Apenas teriam que demonstrar contabilisticamente, perante a autoridade tributária e/ou segurança social, de que tal não poderiam satisfazer. E então se cumprissem os critérios definidos por legislação adequada a este fim, teriam a possibilidade de contratar…

O país dos "psicopatos" bravos !

"A pior mentira é aquela que contamos a nós próprios"... Mas quando ultrapassamos este ponto e chegamos mesmo a afirmar mentiras, que sabemos são falsidades monumentais, e à custa de tanto as repetirmos se começam a transformar em verdades absolutas (para nós e para os que nos rodeiam), então chegámos à sociedade da plena PSICOPATIA!

Viva a sociedade dos "psicopatos" e o país decrépito em que nos estamos a transformar, a passos seguros e sem vacilar!
FGonçalves (2015)

Portugal um país de (in) justiça medonha!

Enquanto neste país, o grupo COFINA e seus média, nomeadamente o Correio da Manhã, estão interditos de publicar notícias sobre o caso Sócrates. Este no entretanto é autorizado, e até encorajado pelos párias deste país, a dar entrevistas na TV. Isto estando este senhor em liberdade a aguardar julgamento e com acusações gravíssimas pendentes, como a fuga ao fisco, branqueamento de capitais e uso de posições de governação para proveito próprio, entre muitas outras!

São pois critérios de uma justiça com "dois pesos e duas medidas", que mais não provam que esta continua fiel e tradicionalmente, a ser um instrumento para os poderosos se defenderem dos que pouco ou nada têm.
E assim, deste modo (com ou sem consciência deste seu enquadradamento perfeitamente medievo!!?), continuam a empurrar a hipótese de Portugal vir a ser um país realmente democrático, socialmente justo e desenvolvido, para as "calendas gregas", ou quiça para o "julgamento final", a acreditar …

Os cidadãos só farão ouvir a sua voz se capazes de se unirem em torno de causas nobres

Para que estes poderes imensos dos sistema partidários e governos deles saídos possam acalmar-se na sua fúria de delapidar a riqueza que resta da nação, os cidadãos unidos terão que exigir total transparência das contas públicas e da governação, e uma forma de governar que seja totalmente aberta aos cidadãos em geral.

Isto de molde a permitir também que em qualquer momento os cidadãos possam inquirir, e com toda a legitimidade, quer o governo quer os deputados, sobre as leis, as politicas e as práticas de governação em curso.

Sem estas medidas os governos continuarão a manipular este pobre povo e a governar de forma aviltante e na mais absoluta perversão, com o estado e os "pulhiticos" sempre a servirem-se dos cidadãos, e não o contrário!

A democracia é uma construção e um aperfeiçoamento continuado e não algo que está pronto a ser servido apenas de 4 em 4 anos, com o direito de ir votar!

Francisco Gonçalves in 23Jan2013

Um exemplo será  a implementação de uma Declaração de Princ…

A ausência de valores perante uma sociedade que glorifica apenas cifrões

Os valores e os princípios (ou a sua ausência) estão hoje em Portugal, principalmente,  na base de uma sociedade injusta,  de poderes assimétricos, demente e severamente doente, que ameaça fazer ruir por completo. E sobretudo entre os que mais responsabilidades deveriam ter na comunicação e na difusão das ideias, requer-se de facto como mínimo honestidade intelectual, algo que também aparentemente se encontra desaparecido em parte incerta. A mentira e a ignomínia são a prática corrente e a troco de bolsas cheias de dinheiro. Criámos uma sociedade de monstros em vez de seres humanos e de homens que se dizem de SUCESSO, em vez de HOMENS DE VALOR, estando estes em extinção acelerada.

Francisco Gonçalves “in”26June2013

"Quem nos viu e quem nos vê jorrando povo sobre a mesa ...O que fomos e fizemos não chega para ser cantado quem nos viu e quem nos vê com um cifrão de cada lado".. [José Jorge Letria, in "Quem nos viu e quem nos vê "]

Uma absoluta singularidade!

Debatemo-nos com uma fatídica singularidade em pleno séc XXI !
Temos só e apenas povo em excesso e faltam cidadãos responsáveis e cientes dos seus direitos e da sua obrigação de por eles lutarem!
FGonçalves (2013)

A humanidade continua inculta e a ser incapaz de pensar pela sua própria cabeça!

Hoje em dia todos estudam, tiram cursos e obtêm títulos académicos sem fim, mas continuam a pensar e deter-se em processos decisórios tal como os seus ancestrais que viviam nas cavernas!

De outra forma não se explicaria a situação em que vivemos em Portugal e como toleramos estar a ser governados por um bando de burlões e corruptos, e ainda assim sempre dispostos para CONTINUAR A IR VOTAR NELES! Isto talvez porque as pessoas não são inteligentes o suficiente para o aprofundamento das democracias, segundo estudos de um punhado de cientistas!

Se este povo tivesse memória q.b e fosse capaz de pensar pela sua própria cabeça, deixando de lado o seu lado inconsciente de o "códigos dos mortos", no seu processo decisório, esta gentalha TODA que nos desgoverna, há 40 anos, não teria mais lugar em Portugal, e só o exílio seria castigo bastante para a traição que têm vindo a cometer contra este pobre povo inculto, crédulo e a debater-se na miséria à portas de uma Europa de senhores coloni…

Portugal lugar de exílio !

Portugal continua hoje, tal como há 50 anos atrás, a ser um LUGAR DE EXÍLIO!

E hoje pior que ontem, apesar dos nossos olhos não quererem ver nem acreditar!

Pátria, lugar de Exílio

           Pátria, lugar de exílio            geométrico afã            ou venenoso idílio            na serena manhã.            Pátria, mas terra agreste;            terra, apesar da morte.            Pátria sem medo a leste.            Lugar de exílio a norte.            Pátria terra, lugar,            cemitério adiado            com vista para o mar            e um tempo equivocado.            Terra, débil lamento            na temerosa noite.            Sobre os carrascos, vento,            Desfere o teu açoite!
[Daniel Filipe]

O que Portugal precisa fazer!

Portugal precisa de trocar a mediocridade pela inteligência que ainda subsiste e resiste, premiando a excelência e punindo a mediocridade, os falhados e os corruptos sem fim!

Sobretudo é imperativo nacional abandonar a esperteza saloia e apoiar apenas a inteligência e a integridade.

Só assim a nação sairá deste beco e pardieiro sem fim.

“Estamos carentes de excelência. A mediocridade reina, assustadora, implacável e persistente” [Lya Luft]

Francisco Gonçalves "in" 23 Nov 2015

Em Portugal a mediocridade é a medidas de todas as coisas.
" (..).Os partidos estão desacreditados e os políticos são desacreditantes. Portugal sobrevive num sonambulismo onde o desacerto se tornou coisa aprazível e a mediocridade a medida de todas as coisas. (..)."
[ Jorge de Sena ]
"Quando, alguma vez, a liberdade irrompe numa alma humana , os deuses deixam de poder seja o que for contra esse homem."
(Jean-Paul Sartre)

Portugal um país nas mãos dos corruptos e traidores da nação perante um povo inculto!

Os problemas que os países enfrentam (e particularmente Portugal e o seu povo), apesar de parecerem extremamente completos (e até quase insolúveis), tem de facto soluções estupidamente simples e o país poderia através da implementação destas soluções simples sair deste antro de miséria e corrupção em menos de 5 anos !

Mas como o país está nas mãos dos medíocres e com o voto e mandatados pela mediocridade nacional, o futuro irá ser negro e a esperança morta de tanto desacreditada, por mentiras perpetuadas ao longo de décadas e séculos!
Os tais que sempre que acabados de chegar ao poder, proclamam aos sete ventos que "não há alternativa" e que só há um caminho !! O absurdo assentou arraiais e a inteligência da nação emigrou para parte incerta, e aparentemente de vez.
Tal como tenho também referido por aqui, a grande maioria dos problemas do mundo, e neste caso particular de Portugal, têm soluções estupidamente simples, ao contrário dos estúpidos e incapazes a quem sempre entregamo…

O caminho inexorável para a desagregação social

" .. O aumento de perturbações mentais está intimamente ligada às injustiças sociais ... Cada vez mais as nossas sociedades são ligadas à produção (e aos bens materiais) e nada centradas no ser humano "..
O desenvolvimento pleno do ser humano, e das sociedades, só pode ser atingido através de uma cultura centrada no ser humano como valor supremo e forma deste atingir a sua realização e felicidade. Quando tal for um valor a atingir automáticamente as sociedades serão mais produtivas, mais ricas e com futuro cada vez mais promissor. As sociedades actuais centram-se apenas no “ter” e esqueceram o “ser” e quando tal acontece o “ser” social deixa praticamente de existir para dar lugar ao individualismo doentio e a todo o tipo de patologias, com destaque para as psicopatias.
Este caminho, que por ora insistimos em trilhar, é sem dúvida o caminho do suicídio individual, de grupo e de nações sem futuro nem esperança  !
Francisco Gonçalves "in" Oct2014
Doenças mentais já afetam …

A re-invenção do fogo - Ou (talvez) uma das ultimas oportunidades para Portugal se re-inventar!

Imagem
Julgo que ninguém duvida sequer no Mundo, que as energias renováveis vão constituir enorme riqueza para quem primeiro conseguir materializar redes e sistemas o mais integrados possível, tirando partido das actuais mais recentes tecnologias, e sobretudo de uma forte capacidade de inovação, a qual só por si constitui já hoje o grande motor das economias mais desenvolvidas do mundo. Até aqui julgo que não terei nenhuma contestação de ninguém porque todos estaremos de acordo. Pois se temos um País com exíguos recursos naturais à luz do Séc XIX (embora não tão poucos assim e ainda dignos de serem explorados, como é o caso do lítio para as baterias dos automóveis eléctricos, onde, vejam senhores, até a sorte se conjura para nos ajudar, e nós teimamos em não apanhar o comboio!!??), será natural sejamos os primeiros que nada temos a perder (nem sequer temos que destruir valor com outros países terão que fazer!), a lançarmo-nos “de cabeça” em projectos inovadores, tirando partido do enorme p…

A nação do sr. silva !

Portugal hoje não passa de uma pardieiro muito mal frequentado. Temos o sr. Silva que dizem ser o presidente do país, e o mais alto dignitário da nação. E temos também a Constituição da República todos os dias a ser ignorada grosseiramente por este senhor, pelos sucessivos governos da nação e pelos poderes “democráticos “ - deputados e orgãos judiciais, os quais “jazem” também aos pés da ganância e do poder económico.  Enquanto isto, o sr. Silva, em vez de fazer aquilo para que foi mandatado pelo povo, e até o jurou solenemente, que é ser o guardião da constituição, respeitando-a e fazendo-a respeitar, faz exactamente o oposto que é contribuir para a sua violação de forma consciente e levando-a ao limite, que é a subtracção aos portugueses a sua dignidade humana, e negando ao país qualquer hipótese de progresso.

Temos assim governos e um presidente que actuam na mais perfeita (in) constitucionalidade e sem o mandato inequívoco do povo (porque o traíram através da violação constante da …

Portugal firmado na esperteza e nas mãos da máfia lusitânia

Portugal sempre esteve, e está, às mãos de um povo cuja genética e cultura estão rigidamente firmados na "esperteza", em vez da inteligência.Esta “cultura lusa” tem favorecido sempre a "esperteza saloia" em desprestigio da inteligência, tanto na escola como na sociedade em geral. Não admira portanto que o povo tome como autentico deus, qualquer idiota que pela sua "esperteza saloia" se tenha guindado a lugares de poder..É claro que os resultados desastrosos de sempre para a nação, estão à vista de todos !

FGonçalves (Oct 2015)

Os portugueses são de facto deplorávelmente regidos e comandados pelo "código dos mortos"

Enquanto assim for o país estará vazio e à mercê da mais pura e aviltante banditagem de sempre e nas mãos da mais ignóbil espertice nacional!
"Um povo ignorante é instrumento cego de sua própria destruição. "
Enquanto um povo for incapaz de pensar pela sua própria cabeça, a sua escravidão estará assegurada e a nação continuará mergulhada nas trevas e na maior pobreza sem fim.
Estes passistas e costistas (indigentes dos socretinos) são profundamente salazarentos, e profusamente mais pardacentos e cinzentões que o próprio salazar. O ditador pelo menos batia-os aos pontos em inteligência, o que já era algo que o diferenciava, embora não deixasse de ser um ditador!
De qualquer forma a inteligência é aquilo que nos diferencia do reino da indigência e da pobreza de espírito e esta é abominável, independentemente dos sistemas politicos e de regime mais ou menos totalitários... tenho dito!
FGonçalves

Um combustível chamado curiosidade !

"(..).Curiosidade é uma força de pesquisa que cada um de nós deve ter. Um espírito criativo requer principalmente curiosidade. Sem interesse sobre o que o mundo tem a oferecer, o que faz as coisas funcionarem, quais ideias as outras têm, você tem poucos motivos para ser criativo. A curiosidade é que nos predispõe a investigar novas áreas ou a processar uma maneira melhor de fazer algo. Um filósofo organizacional diz muito sabiamente: a necessidade pode ser a mãe da invenção, mas a curiosidade é o pai da descoberta. (..).".

E você nunca sentiu curiosidade ?

As-it-is ! A pior das tiranias

"Em Portugal há muitas empresas geridas por incompetentes amigos do patrão. Despedimentos de gestores neste país, sós e forem os treinadores de futebol.." .
[entrevista do Jornal de Negócios, ao gestor da multinacional Cap Gemini]

‎"O povo, o povo soberano, que naquele dia tinha nas mãos o ceptro da sua soberania, não é menos dócil do que os irracionais que recordamos. O dia que devia mostrar-se orgulhoso, é quando mais se humilhava; quando podia dispor dos destinos dos seus senhores, é quando mais vergava a cabeça sob o peso que estes lhe assentavam. Não é semelhante esta força inconsciente do povo à do boi robusto e válido, que uma criança dirige e subjuga? Forte como ele, como ele dócil, como ele laborioso, como ele útil, não vê que a mesma força que emprega no trabalho lhe poderia servir para repelir o jugo. Ou, quando vê, é quando o desespero e a fúria, o cegam e impelem a revoltas tremendas."

(Júlio Dinis, 1868, sobre o voto útil nas eleições)

Vivemos tempos em que a esperteza domina tudo e todos !

Vale tudo em nome dos ditos cujos "mercados" !
Explica-se tudo, desde o abandono dos velhinhos, a redução das suas reformas, as criança com fome..e sem futuro, as crianças que não vão estudar porque os pais não têm dinheiro nem para comer, ..(..)., os maiores roubos sobre o colectivo da nação, em toda a sua história, a mentira insustentável e abominável na boca dos "pulhiticos", as injustiças abjectas da justiça....
..tudo, mas tudo é culpa dos "mercados".
Vivemos tempos onde o absurdo assentou arraiais e as trevas dissiparam toda a inteligência nacional.
Vivemos também um tempo de “silêncio dos inocentes”. E os outros, os que não sendo inocentes de todo, são considerados "as forças vivas da nação" ou antes a “reserva moral da nação” à beira da irrelevância??!!

Para estes salazarentos e cinzentões pós 25 de Abril, governar Portugal é um conceito que envolve governarem-se a eles, servirem os ricos e escravizarem o povo.
Entre o regime de Salazar e est…

A “CULTURA” NACIONAL DA ELITE QUE DOMINA O POVO!

A nossa sociedade e o nosso sistema de ensino não foram concebidos para criar seres humanos pensantes, que possam formar as suas opiniões próprias, ou sequer capazes de ser mais cultos ou até com sabedoria. Muito pelo contrário, somos educados e estimulados a sermos apenas consumidores passivos, de tudo o que é material e se compra com dinheiro, mas sobretudo de consumirmos avidamente as ideias de uns “génios” medíocres, que os governos sempre contratam para o efeito.

E vivemos hoje numa sociedade onde se produzem todos os dias, mais e mais livros, com muitos mais idiotas a escrevê-los, para pessoas mais alfabetizadas sempre prontas a consumir ideias!

Sejam portanto bem vindos à sociedade idiotizada do consumo imediato!

E ainda assim, acham que Marx não tinha razão quando afirmou com a força da pura racionalidade, que "as ideias da classe dominante são, em todos os tempos, as ideias dominantes ", e que determinam como o povo deve pensar e comportar-se (bem, claro).
E aquilo que a…