Mensagens

Governos de Portugal e do Mundo.... Privatizem tudo e não deixem nada ....

A mim parece-me bem. Privatize-se Machu Picchu, privatize-se Chan Chan,
privatize-se a Capela Sistina,
privatize-se o Pártenon,
privatize-se o Nuno Gonçalves,
privatize-se a Catedral de Chartres,
privatize-se o Descimento da Cruz,
de Antonio da Crestalcore,
privatize-se o Pórtico da Glória
de Santiago de Compostela,
privatize-se a Cordilheira dos Andes,
privatize-se tudo, privatize-se o mar e o céu,
privatize-se a água e o ar, privatize-se a justiça e a lei,
privatize-se a nuvem que passa,
privatize-se o sonho, sobretudo se for diurno
e de olhos abertos. E, finalmente, para florão e remate de tanto privatizar,
privatizem-se os Estados, entregue-se por uma vez
a exploração deles a empresas privadas,
mediante concurso internacional.
Aí se encontra a salvação do mundo… E, já agora, privatize-se também
a puta que os pariu a todos.
– José Saramago, em “Cadernos de Lanzarote – Diário III”. Lisboa: Editorial Caminho, 1996.

Tudo igual, como nos tempos dos nossos avós e dos seus avós... ou o verdadeiro provincianismo no seu melhor!

Por este blog resolvi passar algumas das indignações expressas por grandes vultos da língua portuguesa, que mais não descrevem o passado, que quando comparado com o presente, apenas nos diz e podemos afirmar com toda a probidade, quer o povo, quer a classe poderosa que nos vem governando no pós 25 de Abril, continuam a agir como nos tempos dos seus avós.. ou quiçá como na idade média.
E se estão deslumbrados poderão só constatar o que um recente juiz lavrou em sentença e passo a citar:  “uma mulher que comete adultério é uma pessoa falsa, hipócrita, desonesta, desleal, fútil, imoral. Enfim, carece de probidade moral”. “..(..) não surpreende que recorra ao embuste, à farsa, à mentira para esconder a sua deslealdade e isso pode passar pela imputação ao marido ou ao companheiro de maus tratos”.Também aí se socorreu da bíblia: “Assim é o caminho de uma mulher adúltera: ela comeu e esfregou a boca, e disse: "Não cometi nenhum agravo" (Provérbios 30:20). E, ainda, esta do sábio rei…

Portugal, áreas ardidas e alterações climáticas.

Já alguma vez ouviu, um sequer jornalista ou político, falar das consequências para o clima (sobretudo os microclimas locais), para as alterações climáticas a que Portugal tem sido submetido nos últimos 40 anos??
Isto estuda-se na escola, mas será que ninguém se questiona sobre esta problemática???
Será só tudo explicado pelo "santo aquecimento global", aquilo a que  a designo por  a verdade conveniente, uma forma de fazer com que os evangelizadores da fé dos povos, com a sua santa palavra do politicamente correcto, convençam este pobre povo?? Onde está  o espírito o crítico e a capacidade de duvidar deste povo??? https://www.theguardian.com/environment/2011/feb/11/forests-trees-climate

Vivemos num país por entre a escuridão e as trevas densas de sempre

Os pardacentos e medíocres sempre dominarameste país de burocratas, escribas (ou magas de alpaca) e planeadores, que não passam de puros lacaios do poder, sempre dispostos à bajulação e incapazes de pensarpor si ou de decidir o quequerqueseja, talqualperfeitosbotas de elástico medievos. E tudo isto por entre a agiotagem e o crime organizado de uma máfia lusitânia que tudo domina, e mantém a economia, a sociedade e a própria democracia e justiça refens e sob a sua alçada criminosa. E as trevas adensaram-se ainda mais nos últimos anos (Séc XXI) e deram lugar a mais perversão e crime sempre “legitimados” sob a máscara de uma democracia, o que torna tudo ainda mais opaco. E quem afirmar estas verdades é logo rotulado de "politicamente incorrecto"...ou porque tem "mal feitio" .. "é irascível" ou "é alguém que não sabe o que diz"... e assim se perpetua o reino dos maus de carácter, que no entanto são o poder e podem determinar com toda a força da lei, q…

O descalabro do nosso nosso sistema de ensino!

" O professor não ensina, mas arranja modos de a própria criança descobrir. Cria situações-problemas". [ Jean Piaget ]Passados quase 100 anos sobre os ensinamentos de Jean Piaget, continuamos a ter uma escola baseada em pressupostos de há 200 anos e que apenas forma ( e formata) mentes para irem trabalhar para as fábricas e escritórios, serem obedientes aos chefes, acríticos perante os problemas e situações e sobretudo cidadãos "bem comportados", e mais ainda amestrados !FGonçalveshttp://www.youtube.com/watch?v=tyZtlljMrbk

A democracia representativa dos nossos (piores) dias!

A democracia representativa é já só uma farsa e pior que as ditaduras, nem sequer precisa combater quem pensa diferente. Pura e simplesmente ignora todo o pensamento que sai "fora da caixa" do sistema de partidos.
O debate de ideias só existe dentro dos partidos e o debate político circunscreve-se a um bando partidário, de pensamento monolítico, que se outorga dono das ideias e toma conta da vida política, económica e social do país. Entre este sistema de controlo da vida pública, por uma cáfila de partidos e um sistema de regime de partido único, "vai apenas o salto de um anão, e o trono é do charlatão" .. (neste caso dos muitos charlatões e charlatonas que escravizam e ultrajam todo um povo).
Mas continuamos a ser escravizados, pura e simplesmente porque o permitimos desta forma ultrajante ... e a deixarmo-nos manipular pelos sempre labregos que usam a boa e santa demagogia, sempre feita à maneira.. ontem e hoje..
..afinal não somos assim tão diferentes nem evoluímo…

A “CULTURA” NACIONAL DA ELITE QUE DOMINA E ESCRAVIZA TODO UM POVO!

Imagem
A nossa sociedade e o nosso sistema de ensino não foram concebidos para criar seres humanos pensantes, que possam formar as suas opiniões próprias, ou sequer capazes de sermos mais cultos, ou até com sabedoria.
Muito pelo contrário, somos educados e estimulados a nos mantermos apenas consumidores passivos, de tudo o que é material e se compra com dinheiro, mas sobretudo de consumirmos avidamente as ideias de uns “génios” medíocres, que os governos sempre contratam para o efeito.
E vivemos hoje numa sociedade onde se produzem todos os dias, mais e mais livros, com muitos mais idiotas a escrevê-los, para pessoas mais alfabetizadas sempre prontas a consumir ideias!
Sejam pois bem vindos à sociedade idiotizada do consumo imediato!

Francisco Gonçalves "in" 10March2013

Ver Video : O estado Idiotizador !

Ideias que funcionam !

Será que o Governo pode ser suportado na Internet, tornando-o transparente e aberto? A programadora e activista Jennifer Pahlka acredita que pode - e que as aplicações construídas de forma rápida e barata, é uma maneira nova e poderosa para conectar os cidadãos, entre si e com os seus governos - e  vizinhos...
Spread the idea ! Difunda esta ideia!
FGonçalves (May2013)
http://www.ted.com/talks/jennifer_pahlka_coding_a_better_government.html

Governo do Reino Unido pode mudar do MS Office para o Open Source!

Governo do Reino Unido pode mudar do MS Office para o Open Source
Karashur envia este relatório do "The Guardian":
"Os ministros estão a ver como podem salvar dezenas de milhões de libras por ano ao abandonar o software caro produzido por empresas como a Microsoft . Mais de 200m £ foram gastos pelo setor público em pacote Office da gigante da informática desde 2010. O gabinete do ministro Francis Maude acredita que uma proporção significativa de que foi gasto poderia ser cortado, simplesmente mudando para software livre 'open-source', como o OpenOffice, ou o Google Docs. 'Eu quero ver uma maior variedade de softwares utilizados, com os cidadãos a terem acesso à informação de que necessitam e podem fazer seu trabalho sem ter que comprar uma determinada marca de software. No primeiro caso, isso vai ajudar os departamentos de fazer algo tão simples como partilhar documentos com os outros mais facilmente. Mas também vai tornar mais fácil para o público a usar e pa…

Os sistemas de educação e os monopólios!

Os sistemas de educação e os monopólios aliados (..). ....... (..). A primeira coisa que uma criança aprende depois de aprender a palavra "Computadores" é, o Windows. As escolas ensinam o Windows, pois é um sinónimo de Computadores. O próprio fundamento da educação de computador é propriedade da Microsoft e nós precisamos fazer alguma coisa. As escolas têm que pagar uma grande soma de dinheiro para usar o Windows nas escolas. Mesmo depois de descontos, o software windows nas escolas é inútil e ainda custa uma fortuna, resultando em maior custo da educação. Por outro lado, o Linux é livre e ampla adopção do Linux entre as escolas vai baixar o custo da educação drasticamente. (..).
Uma coisa leva a outra, e começando a usar o Linux no nosso sistema de ensino pode ajudar na erradicação da confusão Microsoft mais cedo. O Linux nas escolas pode aumentar a taxa de adopção de utilizadores domésticos e desse ponto, o Linux pode começar a crescer no mundo corporativo, onde já actualment…

BREXIT

Juntos somos mais fortes e desunidos fácilmente dizimados. A desunião é a força das trevas e a união a luz que nos poderá conduzir (a todos) a viver num mundo melhor e mais justo (para todos).

F. Gonçalves (24July2016)

A DISRUPÇÃO no Ensino que promete mudar todo o sistema educativo de alto a baixo!

Para quê gastar milhões e milhões com professores (ou pedagogos) inabilitados para ensinar conteúdos e sobretudo inaptos para ensinar a pensar numa época que se aproxima, onde as máquinas começarão a superar os humanos em atividades manuais e intelectuais, e até alguma criativas ??!! A DISRUPÇÃO (ou revolução se tal não vos chocar!!!) no Ensino já bate à nossa porta e não é uma mera reforma protagonizada pelos burocratas e mangas de alpaca deste pobre país finalmente! Esqueçam pois, o ensino em Portugal é apenas uma enorme progressão em relação ao mais absoluta mediocridade, alguma vez vista no mundo! Mas não tem problema. A escola está toda aqui e a universidade também. É só querer e força de vontade! O resto são obsoletas formas de ensinar definidas por pedantes demagogos, e dotados de inteligencia um pouco abaixo da média para um medíocre (daquele que as democracias bolorentas se apressa sempre a instalar no poder).  "Quando um sistema não pode ser derrubado, apenas há que criar…