28/10/2016

Vivemos num país por entre a escuridão e as trevas densas de sempre

Os pardacentos e medíocres sempre dominaram este país de burocratas, escribas (ou magas de alpaca) e planeadores, que não passam de puros lacaios do poder, sempre dispostos à bajulação e incapazes de pensar por si ou de decidir o que quer que seja, tal qual perfeitos botas de elástico medievos.
E tudo isto por entre a agiotagem e o crime organizado de uma máfia lusitânia que tudo domina, e mantém a economia, a sociedade e a própria democracia e justiça refens e sob a sua alçada criminosa.
E as trevas adensaram-se ainda mais nos últimos anos (Séc XXI) e deram lugar a mais perversão e crime sempre “legitimados” sob a máscara de uma democracia, o que torna tudo ainda mais opaco.
E quem afirmar estas verdades é logo rotulado de "politicamente incorrecto"...ou porque tem "mal feitio" .. "é irascível" ou "é alguém que não sabe o que diz"... e assim se perpetua o reino dos maus de carácter, que no entanto são o poder e podem determinar com toda a força da lei, que eles são a única opção. Ou eles ou a polícia de intervenção! Na idade média também era assim e há 2,000 anos também! Nada de novo de baixo do sol, portanto. Até Jesus Cristo, o pregador foi vítima desta gentalha de poder absoluto, absurdo e abjecto. E (talvez) o único cristão que existiu à face da terra!
E por isso acabou pregado na cruz, por pregar contra os poderes vigentes da altura, incluindo os da igreja de então... mas ninguém quer ver a realidade e 2,000 anos depois continuamos cegos, mudos e incultos, o que não augura nada de bom para o futuro da humanidade..
Tal como há 2,000 anos… A classe dominante nunca deixará que o povo possa ter assento, ou sequer que forme uma opinião própria, nesta "canalho-cracia".
Pela minha parte, abomino pois todo e qualquer sistema político que permita em absoluta passividade, deglutir paulatinamente a ignorância, a arrogância, a demagogia, o culto da personalidade, os caciques e tudo quanto a política consegue materializar de mau. Uma sociedade que se deixa conviver passivamente com o mal durante séculos, é ela própria fonte de mal e de destruição.
A esperança são as pessoas verdadeiramente livres e que não se deixam vergar nem por poderes e menos por bolsas cheias de dinheiro, que representam as sementes do bem e a grandiosidade maior da humanidade no futuro.
Francisco Gonçalves (jan2014)
( francis.goncalves@gmail.com )
‎"A gente que manda hoje no mundo acredita apenas no sucesso egoísta, traduzido em ganhos monetários, pisando todas as regras e valores. Os aventureiros que conduziram a humanidade à actual encruzilhada dolorosa não passam de jogadores que transformaram o mundo num miserável “reality show”. Tirando o dinheiro, nada neles os distingue da gente vil, medíocre e intelectualmente indistinta que se arranha para participar nesses espectáculos insultuosos para com a condição humana."
[VIRIATO SOROMENHO MARQUES]

"Os defensores do capitalismo são muito ciosos a apelar aos sagrados princípios da liberdade, que são incorporados na seguinte máxima: os afortunados não devem ser impedidos do exercício da tirania sobre os infelizes." [Bertrand Russell]

O descalabro do nosso nosso sistema de ensino!

" O professor não ensina, mas arranja modos de a própria criança descobrir. Cria situações-problemas". [ Jean Piaget ]
Passados quase 100 anos sobre os ensinamentos de Jean Piaget, continuamos a ter uma escola baseada em pressupostos de há 200 anos e que apenas forma ( e formata) mentes para irem trabalhar para as fábricas e escritórios, serem obedientes aos chefes, acríticos perante os problemas e situações e sobretudo cidadãos "bem comportados", e mais ainda amestrados !
FGonçalves
http://www.youtube.com/watch?v=tyZtlljMrbk

A democracia representativa dos nossos (piores) dias!

A democracia representativa é já só uma farsa e pior que as ditaduras, nem sequer precisa combater quem pensa diferente. Pura e simplesmente ignora todo o pensamento que sai "fora da caixa" do sistema de partidos.

O debate de ideias só existe dentro dos partidos e o debate político circunscreve-se a um bando partidário, de pensamento monolítico, que se outorga dono das ideias e toma conta da vida política, económica e social do país.
Entre este sistema de controlo da vida pública, por uma cáfila de partidos e um sistema de regime de partido único, "vai apenas o salto de um anão, e o trono é do charlatão" .. (neste caso dos muitos charlatões e charlatonas que escravizam e ultrajam todo um povo).

Mas continuamos a ser escravizados, pura e simplesmente porque o permitimos desta forma ultrajante ... e a deixarmo-nos manipular pelos sempre labregos que usam a boa e santa demagogia, sempre feita à maneira.. ontem e hoje..

..afinal não somos assim tão diferentes nem evoluímos tanto desde o antigo Egipto... ou quiçá desde a antiga Suméria, há mais de 5,000 anos.

Enfim, os ditos “humanos” carregados de licenciaturas, doutoramentos, MBA's, e outras estranhas formas de vida... mas usar o cérebro para outras funções mais nobres que o simples memorizar de pilhas de factos... isso aí .. nem mortos!!

FGonçalves "in" 30Jan2014
( francis.goncalves@gmail.com )

"A mediocridade é infinitamente mais fascinante do que a competência. A competência tem limites, a mediocridade não."
(Confúcio)


"A humanidade é a vitória dos arrogantes sobre os humildes, dos fortes sobre os débeis, da besta sobre o anjo."[Guerra Junqueiro]

17/10/2016

A “CULTURA” NACIONAL DA ELITE QUE DOMINA E ESCRAVIZA TODO UM POVO!

A nossa sociedade e o nosso sistema de ensino não foram concebidos para criar seres humanos pensantes, que possam formar as suas opiniões próprias, ou sequer capazes de sermos mais cultos, ou até com sabedoria.
Muito pelo contrário, somos educados e estimulados a nos mantermos apenas consumidores passivos, de tudo o que é material e se compra com dinheiro, mas sobretudo de consumirmos avidamente as ideias de uns “génios” medíocres, que os governos sempre contratam para o efeito.
E vivemos hoje numa sociedade onde se produzem todos os dias, mais e mais livros, com muitos mais idiotas a escrevê-los, para pessoas mais alfabetizadas sempre prontas a consumir ideias!
Sejam pois bem vindos à sociedade idiotizada do consumo imediato!

Francisco Gonçalves "in" 10March2013

Ver Video : O estado Idiotizador !

Ideias que funcionam !

Será que o Governo pode ser suportado na Internet, tornando-o transparente e aberto?
A programadora e activista Jennifer Pahlka acredita que pode - e que as aplicações construídas de forma rápida e barata, é uma maneira nova e poderosa para conectar os cidadãos, entre si e com os seus governos - e  vizinhos...

Spread the idea ! Difunda esta ideia!

FGonçalves (May2013)

http://www.ted.com/talks/jennifer_pahlka_coding_a_better_government.html

Governo do Reino Unido pode mudar do MS Office para o Open Source!


Governo do Reino Unido pode mudar do MS Office para o Open Source

Karashur envia este relatório do "The Guardian":

"Os ministros estão a ver como podem salvar dezenas de milhões de libras por ano ao abandonar o software caro produzido por empresas como a Microsoft . Mais de 200m £ foram gastos pelo setor público em pacote Office da gigante da informática desde 2010. O gabinete do ministro Francis Maude acredita que uma proporção significativa de que foi gasto poderia ser cortado, simplesmente mudando para software livre 'open-source', como o OpenOffice, ou o Google Docs. 'Eu quero ver uma maior variedade de softwares utilizados, com os cidadãos a terem acesso à informação de que necessitam e podem fazer seu trabalho sem ter que comprar uma determinada marca de software. No primeiro caso, isso vai ajudar os departamentos de fazer algo tão simples como partilhar documentos com os outros mais facilmente. Mas também vai tornar mais fácil para o público a usar e partilhar informações do governo. "..

A abertura e colaboração são duas atitudes mentais e culturais, que aparentemente são difíceis de adoptar por uma civilização formatada para não cooperar com o próximo, e apenas competir!!

Francisco Gonçalves "in" 02Feb2014

Os sistemas de educação e os monopólios!

Os sistemas de educação e os monopólios aliados (..).
....... (..).
A primeira coisa que uma criança aprende depois de aprender a palavra "Computadores" é, o Windows. As escolas ensinam o Windows, pois é um sinónimo de Computadores. O próprio fundamento da educação de computador é propriedade da Microsoft e nós precisamos fazer alguma coisa.
As escolas têm que pagar uma grande soma de dinheiro para usar o Windows nas escolas. Mesmo depois de descontos, o software windows nas escolas é inútil e ainda custa uma fortuna, resultando em maior custo da educação. Por outro lado, o Linux é livre e ampla adopção do Linux entre as escolas vai baixar o custo da educação drasticamente. (..).

Uma coisa leva a outra, e começando a usar o Linux no nosso sistema de ensino pode ajudar na erradicação da confusão Microsoft mais cedo. O Linux nas escolas pode aumentar a taxa de adopção de utilizadores domésticos e desse ponto, o Linux pode começar a crescer no mundo corporativo, onde já actualmente a sua implantação é sólida e com resultados surpreendentes.

A Microsoft gasta um monte de recursos para manter o seu monopólio global, e assim o actual sistema de ensino é a fusão do monopólio com a corrupção, em que as gerações mais jovens, desde o início são imersos, e não tendo eles sequer a menor ideia de quanto dano esta "cultura" de(de monopólio aliada a corrupção) pode causar ao mundo no futuro.


Francisco Gonçalves "in" 17 Oct2016

24/06/2016

BREXIT

Juntos somos mais fortes e desunidos fácilmente dizimados. A desunião é a força das trevas e a união a luz que nos poderá conduzir (a todos) a viver num mundo melhor e mais justo (para todos).

F. Gonçalves (24July2016)

21/04/2016

A DISRUPÇÃO no Ensino que promete mudar todo o sistema educativo de alto a baixo!

Para quê gastar milhões e milhões com professores (ou pedagogos) inabilitados para ensinar conteúdos e sobretudo inaptos para ensinar a pensar numa época que se aproxima, onde as máquinas começarão a superar os humanos em atividades manuais e intelectuais, e até alguma criativas ??!!
A DISRUPÇÃO (ou revolução se tal não vos chocar!!!) no Ensino já bate à nossa porta e não é uma mera reforma protagonizada pelos burocratas e mangas de alpaca deste pobre país finalmente!
Esqueçam pois, o ensino em Portugal é apenas uma enorme progressão em relação ao mais absoluta mediocridade, alguma vez vista no mundo!
Mas não tem problema. A escola está toda aqui e a universidade também. É só querer e força de vontade! O resto são obsoletas formas de ensinar definidas por pedantes demagogos, e dotados de inteligencia um pouco abaixo da média para um medíocre (daquele que as democracias bolorentas se apressa sempre a instalar no poder). 
"Quando um sistema não pode ser derrubado, apenas há que criar uma alternativa disruptiva, que introduza inovação e progresso" e o resto são conversas de café, tipo quem é o melhor clube na bola (GOOOOLLLO)!
Francisco Gonçalves "in" 21 April 2016
francis.goncalves@gmail.com
Se ainda não o fez atreva-se a perceber o que é a khan Academy, isto para além de outros cursos ministrado on-line por universidades como Harvard ou Cambridge.

19/04/2016

A inteligência "versus" a condição humana

Em termos do uso da tecnologia, a inteligência média dos atual "homo sapiens" é mais parecida com os macacos, pois a grande maioria das decisões são tomadas pelo nosso inconsciente e aprendemos mais por memorização e até por mimetismos primários.  E sobretudo com o nosso consciente ainda preso ao dos nossos antepassados. Isto é continuamos a executar aquilo a que Richard Dawkins apelidou de "códigos dos mortos".


E tal como já ocorreu com o “homo sapiens” que teve que adaptar e desenvolver o seu cérebro para "reinar" sobre o planeta e assim se distanciar dos seus parentes mais próximos, estaremos também nós à beira de um novo salto qualitativo.  E agora o desafio já não vem de outras espécies, mas apenas e só das máquinas que nós mesmo criamos e estamos a desenvolver na atualidade.
Estamos pois à beira de um novo salto qualitativo na evolução da atual condição humana, já que as tarefas manuais e intelectuais que não exigem criatividade estão cada vez mais ao alcance da máquinas, deixando ao ser humano desenvolver ainda mais aquilo que já hoje nos já o distingue: instinto e criatividade. Aliás a única forma de nos distanciarmos e diferenciarmos do poder e capacitação ao alcance das máquinas ao longo dos próximos 30-50 anos.


Francisco Gonçalves "in" 19 April 2015
( francis.goncalves@gmail.com)

"Provavelmente nós somos das últimas gerações do Homo sapiens. Um bebê nascido hoje ainda terá netos, mas não estou certo que esses netos terão netos, ao menos não humanos. Dentro de um século ou dois, os humanos se tornarão super-humanos ou desaparecerão. De qualquer forma, os seres que dominarão o planeta em 2200 serão mais diferentes de nós do que somos diferentes dos chimpanzés" [ Yuval Harari.]

Translate