23/12/2015

Salvem os bancos e afoguem as pessoas!

Esta ideia peregrina de manter um povo na escravidão com salários de miséria, ao mesmo tempo que se salvam bancos (ao mesmo tempo que se evaporam muitas dezenas de milhares de milhões de euros) e se fazem negócios sempre à custa de perdas do estado, sem qualquer transparência, faz-nos temer o pior.

Um país cuja economia é baseada no domino de uma mão cheia de crápulas e párias, que assentaram arraias neste pobre país, e o vão destruindo com dívida pública contraída para satisfazer a camarilha que se instalou no poder, não poderá ter qualquer futuro.

Sem uma mudança radical desta forma abjecta de exercer o poder em Portugal, substituindo-a por uma governação do país, como total transparência das contas públicas e da forma como se exerce a justiça em Portugal, nunca sairemos deste lodaçal em que nós cidadãos nos deixámos estagnar.

Enquanto este sistema de párias dominar o país, controlando simultâneamente os media e evangelizando o povo a seu bel-prazer, Portugal nunca terá futuro nem rumo, que não seja a mais completa falência e pobreza sem fim!

Sim, infelizmente 2016 vai com certeza ser pior que 2015 e assim por diante! A não ser que
você ainda acredite no pai natal ou na branca de neve!

Festas Felizes e um ano de maior clarividência para todos os cidadãos deste pobre país à beira mar estacado!

Francisco Gonçalves
"in" 23Dec2015

A crise que fustiga Portugal e que grassa por toda a Europa é sobretudo de valores e princípios, que não existem de todo.


Enviar um comentário

Translate