26/11/2014

Será que os políticos em Portugal são mesmo todos iguais ?

Marinho Pinto à primeira vista até parece ser uma pessoa de bem e com pretensões a ajudar o país a sair deste beco e lodaçal sem fim à vista.
Mas esta sua ideia fixa de sair sempre em defesa de Sócrates (hoje e no passado) é deveras estranha! E nem sequer lhe serviu de lição quando, todo exasperado em 2008, defendeu Sócrates "com unhas e dentes" das (até agora) insinuações de luvas no caso Freeport, e muitas outras de que José Sócrates nunca se livrou, nem mais se livrará, a não ser que prove a sua inocência, o que não me parece hoje sequer plausível.

Não será pois de confiança (??) este senhor, com pretensões às mordomias que ele hoje diz condenar, nem percebo porque vem sempre a terreno em defesa de José Sócrates. Sócrates já tem advogados de sobra e Marinho Pinto não necessitaria, em minha modesta opinião de cidadão activo e atento, de se sujar desta forma.. a não ser que !??

É que eu aprendi, e desde tenra idade e com aquele povo que é sábio, e de quem sou filho genuíno, "que não há fumo sem fogo".. e passados mais de 55 anos de vida, e de vivência em Portugal, quase sempre que vi fumo, confirmou-se haver fogo.

E por favor, não continuem a insultar a minha inteligência e sobretudo não me venham com teses compradas em escaparates do poder, de que "inocentes até prova em contrário", porque sempre em Portugal isto só foi, e é, válido para os poderosos, porque os pobres vão directamente para a prisão sem apelo nem agravo.

Sobretudo, que justiça é esta, onde os pobres não têm sequer dinheiro para comer, quanto mais para pagar a advogados, enquanto os ricos têm a lei sempre do seu lado (*) e todo o dinheiro do mundo para se defenderem e perpetuarem a sua defesa até à prescrição dos seus crimes, e também (esta, a bendita da figura desta prescrição) feita à medida desta gente dona desta "democracia".

Afinal é isto uma democracia ?

(*) E quando a lei não os favorece o suficiente ainda se permitem (oh ignomínia maior, não haverá! ) alterará-la em seu proveito, como terá sido o caso de José Sócrates, e mais recentemente os deputados com a votação e aprovação das subvenções vitalícias, só para mencionar casos recentes.

Francisco Gonçalves "in" Notas Soltas @ 26Nov2014

"Ó respeitáveis enganadores que troçais de mim!
Donde brota a vossa politica,
Enquanto o mundo for governado por vós?
Das pulhaladas e do assassínio! " 

[ Charles de Coster ]
Enviar um comentário

Translate