03/11/2011

O PAÍS ANALFABETO E A BAIXA POLITICA !

"O politicamente correcto" é apenas uma definição para tudo aquilo que encaixa na sociedade medíocre que domina o País e o impede de se renovar e re-inventar !


"Não é politicamente correcto" dizer-se que o ensino em Portugal está a formar alunos que não são capazes de ter sentido critico e de pensar pela sua própria cabeça, assim como o não é dizer-se que a falta de competitividade e produtividade das empresas se deve a gestores completamente ultrapassados, incapazes de gerir recursos humanos no Séc XXI, porque continuam a implementar sistemas de comando e controlo e estruturas organizacionais taylorianos, e por aí fora.....,...


Como fazer um diagnóstico sério dos males de que enferma o País é "sempre politicamente incorrecto", obviamente nunca se chegam a aprofundar as causas para que se possa fazer um diagnóstico sério, corajoso e rigoroso, para então poder começar a tratar o "doente" adequadamente.


Sem diagnóstico que seja aceite, o "doente" tem vindo a ser tratado a "caldos de galinha" e com mil cuidados, mas como o diagnóstico não foi estabelecido ou está completamente errado, o doente vai-se arrastando e definhando, até ao derradeiro dia final!!

É claro que num cenário absurdo como aquele em que aceitamos viver e nos deixamos ser governados, não é de admirar que existam mais de um milhão de analfabetos, mais de 3 milhões de analfabetos funcionais, e que o grau de literacia seja dos mais baixos da Europa (pois este é até mais grave). E que os níveis de abaixo do limiar de pobreza nos envergonhem a todos os Portugueses, com taxas que deverão já rondar os 22% da população.


Se a grande maioria dos Portugueses consegue dormir sossegada sobre estes factos, é pois um sinal ainda mais grave de que o país inteiro continua adormecido, anestesiado e no mais perfeito sonambolismo, esperando mais uma vez a chegada de um tal de D. Sebastião.

De facto um povo que tão bem Guerra Junqueiro definiu e emoldurou na sua descrição em 1849, e a que ainda hoje continuamos fiéis, passados mais de 170 anos!!


E pior ainda, se nos confrontarmos com a história um século depois, constataremos que estamos a cometer exactamente os mesmos erros que os nossos antepassados. E tal como há cem anos atrás o National Geographic classificava Portugal, um País péssimamente mal governado e sobretudo com uma classe política altamente corrupta, e que também aqui, afinal passados cem anos, é a situação com que hoje nos continuamos a defrontar. É a esta mais baixa política que Pessoa também se referiu.


"Na baixa política está bem. Para ser baixamente político basta saber intrujar os outros, e a ciência é completa quando indivíduo sabe começar por intrujar-se a si mesmo. Para isso basta uma mentalidade confusa, uma vaidade acentuada, a capacidade de falar muito sem dizer nada. Basta não raciocinar, porque o raciocínio dissolve as qualidades de afirmação dogmática que são necessárias para dominar o espírito confuso e místico do povo.".

Fonte: "Fernando Pessoa, Salazar e o Estado Novo", João Alves das Neves.


Ver Vídeo: Reflexão de Frei Fernando Ventura sobre A Situação do País ( http://www.youtube.com/watch?v=xaMXJ2e5_XY&feature=related ).


‎"O Analfabeto Político" - Bertolt Brecht - O pior Analfabeto é o a Analfabeto Politico (Ver Video ) http://www.youtube.com/watch?v=2RwJemF_9tY

Por Francisco Gonçalves in March 2011

e-mail : Francis.Goncalves@Gmail.com

Enviar um comentário

Translate