05/01/2013

Portugal e a falta de recursos realmente especializados!



Em Portugal, ao contrário da maioria dos países não se valoriza a experiência profissional, nem as pessoas com mais idade, que obviamente terão mais experiência, pelo menos de vida, e o resultado a que chegámos e a situação que vivemos hoje na nação, é também consequência destas "estratégias" demenciais, de quem tem mais responsabilidades na condução do país e das suas empresas. 

Aqui neste país, cada vez menos produtivo e sempre sem capacidade de inovação que faça a verdadeira diferença, quem tem mais de 35 ou 40 anos já está "velho" e é mesmo comum ver em anúncio de emprego (algo que a própria constituição não permite) anunciar uma vaga, mas exigindo uma idade inferior a 35, 30 ou ate 25 anos (pasme-se!!) !!?

Um País que não se respeita nem aos seus cidadãos, não se pode dar ao respeito nem ser tido como um parceiro sério, mesmo perante o mundo.

A demência de políticos e gestores sem qualquer cultura humanista e menos ainda aptidão para perceber o que são recursos humanos e como estes podem ser motivados, leva a que este país venha a ser condenado cada vez mais, a ter baixa produtividade e competência, a caminho de um terceiro mundo imundo.

E Cito [Antoine Saint Exupery] na esperança que se faça luz na ininteligência nacional vigente -

"É preciso viver muito tempo para se tornar um homem. Entrelaça-se lentamente a rede das amizades e das ternuras. Aprende-se lentamente. A obra compõe-se devagar. É preciso viver muito tempo para que a pessoa se cumpra”.[Antoine Saint Exupery]

E para as empresas que não sabem como se obtêm um especialista, bem.... Na Coreia do Sul há a noção exacta que para formar um excelente técnico especializado são precisos em média 10 a 15 anos...(como cá, não??!!). Ou seja, são necessárias no mínimo 15,000 horas de imersão na(s) área(as) de especialização.



E lembremo-nos que "a conquista da excelência só pode ocorrer se uma organização promover um ambiente e uma cultura de insatisfação criativa." [Lawrence Miller]

Vejam (no vídeo abaixo) como a Coreia do Sul está a preparar as gerações do futuro e assim a mudar radicalmente o país, corrigindo os aspectos negativos que a sua cultura tem de momento!

Francisco Gonçalves in 31Dec2012


A revolução em curso na educação na Coreia do Sul!


Francisco Gonçalves


( francis.goncalves@gmail.com )


Enviar um comentário

Translate