06/12/2013

Que economia e sobretudo que futuro para Portugal ?

Qual economia, qual recuperação, qual revitalização das empresas! E sobretudo que futuro para Portugal ??
Será que ninguém explica a estes economistas, políticos e governantes medíocres e sem vergonha, o que significa a palavra moeda (dinheiro), em inglês "currency", que implicitamente quer dizer... fluir... circular... ??!!
Pois se o dinheiro fica sempre entrincheirado nas mãos de meia dúzia de avaros e agiotas deste pobre país, e estes o põem sempre a salvo...em fantásticos "colchões” de offshores, sobretudo durante as crises económicas, e quando este é precisamente mais necessário na economia e posto a circular…
Do dicionário : currency-substantivo
moeda - currency, coin, gold / dinheiro - money, currency, dough, gold, penny, purse
moeda corrente - currency / circulação - circulation, running, currency, march
curso - course, progress, current, class, process, currency / papel moeda -paper money, paper currency, currency, paper, money, bank paper..
.. portanto não o deixam circular.. fluir… progredir.... assim o país nunca terá futuro e falar de economia é falar de corrupção, crime, agiotagem e extorsão... nunca de criação de riqueza…. e o sempre badalado “empreendedorismo” é uma falácia e uma forma desonesta de propor o “desenvolvimento” do país. E pior, uma mentira concertada pelos agiotas para assim manterem o povo no seu lugar, enquanto estes desfilam por entre a podridão das suas fortunas inúteis e estéreis, quase sempre fruto do roubo e da agiotagem sobre a nação.
Citando Reid Hoffman Co-Fundador do Linkedin "...(...).. um empreendedor que tenta criar um negócio numa sociedade enferma é como uma semente num vaso que nunca é regado: por mais talentoso que seja esse empreendedor, o negócio nunca poderá florescer."
Uma moeda ("currency") que não circula na economia traduz necessáriamente uma economia débil e sem qualquer vitalidade, e como num corpo humano onde a circulação sanguínea é deficiente, tal só pode determinar a falência e a morte !
Cuidados paliativos e medidas avulso são sempre a receita, mas nunca a cura e o resultado é um país sempre em crise e num imenso lodaçal de pobreza! Ontem, hoje e amanhã.. fatalmente!
O país precisa ser qualquer coisa de LIMPO E ASSEADO e nas escolas precisam ensinar outras matérias... que não só como se faz extorsão, evasão fiscal, economia paralela, crime económico.. e em
suma, parar de ensinar e dar exemplos de como se sobe na vida apenas pela desonestidade, pela cabotinagem e bajulação sórdidas, pela mentira e mesmo pelo crime.... quem em Portugal compensam sempre !
Em tom de desalento, resta-me citar Mia Couto A maior desgraça de uma nação pobre é que em vez de produzir riqueza, produz ricos.. A verdade é esta: são demasiados pobres os nossos "ricos". Aquilo que têm, não detêm. Pior: aquilo que exibem como seu, é propriedade de outros. É produto de roubo e de negociatas.”
Francisco Gonçalves “in” 05 Dec 2013

( francis.goncalves@gmail.com )

Os pobres dos nosso ricos, por Mia Couto, Escritor !

Enviar um comentário

Translate