As dez dimensões do ambiente criativo na sua Empresa

Com base nos estudos de Erkvall, a avaliação do clima organizacional sob as perspectiva da criatividade e inovação se baseia em dez dimensões ou critérios:

Desafio
O envolvimento emocional dos membros da organização em suas operações e objetivos. Num clima de alto desafio as pessoas mostram alegria, energia e veem sentido no seu trabalho e, consequentemente, são intrinsecamente motivadas a fazer contribuições. O clima de baixo desafio revela alienação e indiferença; o sentimento e a atitude comuns são a apatia e falta de interesse no trabalho e na organização.

Liberdade

A independência de comportamento exercida pelas pessoas na organização. Numa organização com muita liberdade, as pessoas fazem contatos para dar e receber informações e discutem problemas e soluções; dentro de suas atribuições e responsabilidades, elas têm autonomia para planejar suas atividades e tomar decisões. O clima oposto apresenta pessoas que são passivas, presas a normas e se mantêm dentro das regras e limites estabelecidos.

Confiança/Sinceridade

A segurança emocional nos relacionamentos. Quando há um elevado nível de confiança, todos na organização se arriscam a levar adiante suas ideias e opiniões. Iniciativas podem ser tomadas sem medo de represálias e ridicularização no caso de fracasso. A comunicação é aberta e franca. No caso oposto, onde há ausência de confiança, as pessoas suspeitam umas das outras e cobram alto pelos erros que possam acontecer. Elas também sentem medo de serem enganadas e terem suas ideias usurpadas.

Tempo para pensar

A quantidade de tempo que as pessoas podem usar (e usam) para elaborar novas ideias. Na situação de alta disponibilidade de tempo, existe a possibilidade de discutir e testar novas ideias que não estejam incluídas nas tarefas normais, e esta possibilidade é aproveitada. No caso oposto, cada minuto está bloqueado e especificado. A pressão de tempo torna impossível pensar em coisas que não estejam dentro das instruções e rotinas estabelecidas.

Alegria/Humor

A espontaneidade e naturalidade dominam o ambiente de trabalho. Uma atmosfera tranquila e alegre caracteriza a organização forte nessa dimensão. O ambiente oposto é caracterizado pela sisudez e excessiva seriedade. A atmosfera é sufocante, sombria e formal. Brincadeiras e risos são considerados impróprios.

Conflitos

A presença de tensões pessoais e emocionais na organização (não confundir com confronto de ideias). Quando o nível de conflito é alto, os grupos e indivíduos se odeiam e o clima pode ser descrito como uma “guerra”.  Conspirações e armadilhas são elementos usuais na vida da organização. Fofocas e calúnias correm soltas. No caso oposto, as pessoas se comportam de modo natural; elas têm controle sobre suas emoções e impulsos.

Suporte de ideias

O modo como as novas ideias são tratadas. Num clima de apoio, as ideias e sugestões são recebidas com atenção e interesse pelos chefes e colegas de trabalho. As pessoas ouvem umas às outras e encorajam as iniciativas. São criadas as facilidades para se tentar novas ideias. A atmosfera é construtiva e positiva. Quando o apoio a ideias é fraco, o “não” automático predomina. Cada sugestão é imediatamente recusada por contra-argumentos. A procura de falhas e a colocação de objeções são os estilos usuais de responder às ideias.

Debates

A ocorrência de confrontos e debates entre pontos de vista, ideias, experiências e conhecimentos diferentes. Na organização em que existe o debate, muitas vozes são ouvidas e as pessoas mostram entusiasmo na apresentação e discussão de suas ideias. Onde o debate está ausente, as pessoas seguem modelos autoritários sem questionamentos.

Aceitação de riscos

A tolerância à incerteza demonstrada na organização. No caso de alta aceitação de riscos, as decisões e ações são oportunas e rápidas, as oportunidades que surgem são exploradas. A experimentação tem preferência sobre as investigações demoradas e análises detalhadas. No caso de organizações avessas ao risco, o clima é de uma mentalidade excessivamente cautelosa e hesitante. As pessoas tentam ficar no terreno conhecido e seguro. Elas preferem dormir sobre o assunto; criam comitês e procuram se proteger de todos os modos antes de tomar uma decisão.

Dinamismo/Vivacidade

A vida na organização é plena de novidades e de energia positiva. Na situação altamente dinâmica há uma espécie de turbulência psicológica, coisas novas estão acontecendo a toda hora e surgem com frequência alternativas sobre modos de pensar e de lidar com os assuntos e problemas. A situação oposta se caracteriza pela ausência de novos projetos e de planos diferentes. Não há surpresas, tudo segue como de costume.

Participe da pesquisa sobre clima organizacinal, criatividade e inovação

Como você avalia o clima de sua organização: inovador ou estagnado? Participe da pesquisa que estamos realizando sobre clima organizacional, criatividade e inovação. Não dura mais do que dez minutos. Sua opinião é muito importante, siga este link e contribua nesta pesquisa: Pesquisa clima, criatividade e inovação. ( http://criatividadeaplicada.com/pesquisa-clima-organizacional-criatividade-e-inovacao/ ).

Obrigado pela sua contribuição. As conclusões desta pesquisa serão publicadas neste blog oportunamente.

Extraído do blog de Jairo Siqueira
Publicado em May 17, 2011

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Quando a mediocridade vence a inteligência

O Futebol Profissional e a pobreza em Portugal andam de mãos dadas! Sabia ?

Corpo, Mente e Coração - Os Três Mosqueteiros de si mesmo!