16/05/2011

O Porquê dos Sistemas Políticos Blindados na Europa e no Mundo !


".... (..)... Ao contrário da grande maioria dos espanhóis, sou um admirador dos Estados Unidos. Há razões pessoais que justificam a minha admiração mas, fundamentalmente, esta radica na constatação, tal como no Reino Unido, dos efeitos singulares e permanentes da revolução liberal Inglesa no Século XVII. Uma revolução política que colocou o rei e os cidadãos em igualdade de condições, perante a lei comum.

Neste sentido, alguns historiadores afirmaram mesmo que foi a única revolução realmente social da história da humanidade. Quatro séculos depois, os dois países (Reino Unido e EUA), continuam a ser, práticamente, os únicos no mundo em que o Estado não está blindado e sobreprotegido face à lei. A revolução francesa do Séc. XVIII, estranhamente, estabeleceu as liberdades políticas dos cidadãos, mas assumiu o direito do "Ancien Régime".

Daí que, na grande maioria dos países europeus, a ditadura, como a franquista em Espanha, ou a de Salazar em Portugal, se tenham acomodado perfeitamente com o regime jurídico herdado, e já de si blindado.

O General Franco não precisou modificá-lo, porque o Estado já estava e continua hoje a estar perfeitamente blindado, juridicamente face aos cidadãos; conta até com os próprios advogados do Estado e os seus próprios tribunais ..(..).".

[Extraído de Livro de Eduardo Punset, Advogado, Economista e Político Espanhol]


Enviar um comentário

Translate