06/01/2014

O exercício abjecto do poder sobre os cidadãos em Portugal!

O estado actual não passa de uma tirania dos mais fortes sobre os mais fracos, está acima de tudo e de todos os que não têm poder (nem voz) e exerce, de forma abjecta e perversa, o poder sobre os cidadãos, causando talvez um dos maiores estados de infelicidade e de sofrimento sobre este povo, que até será ímpar na nossa história, principalmente por razões que a própria neuro-ciência hoje bem nos confirma.
Qualquer semelhança entre este aparelho de estado repressivo e o de Salazar, não são de facto nenhuma coincidência, antes derivam da mesma necessidade de os poderosos exercerem o poder abjecto sobre os cidadãos, e actualmente com a pior das ilusões de que lhes estão a dar uma constituição e que vivem numa democracia, as quais deveriam supostamente ser o garante dos seus "direitos de seres humanos livres".

Pior que uma mentira torpe só uma mentira camuflada e abominável como a que vivemos nos nossos dias.

Francisco Gonçalves "in" 16 Nov 2013
( francis.goncalves@gmail.com )

Enviar um comentário

Translate